4┬║ Ocupa Atibaia: Incubadora convoca artistas para intera├ž├úo com p├║blico nas ruas da cidade

A arte de rua vem ganhando a cada dia mais espaço no coração de quem mora em centros urbanos. Um claro exemplo disso é o caso recente que gerou uma ação popular que impede a Prefeitura de São Paulo de apagar, com tinta cinza, obras de grafite existentes em espaços públicos, sem aparente critério técnico. Esse sentimento de que a arte de rua pertence a todos nós e, por isso, deve ser respeitada, não é despertado à toa. Isso ocorre porque o artista de rua cria, através de seus trabalhos, uma espécie de diálogo com as pessoas que passam diariamente por determinados locais. A arte adiciona algo a mais à cidade, criando uma energia especial onde antes havia espaços e ausências. Quem vai para o trabalho, para casa, para os afazeres da rotina diária, muitas vezes vê-se sufocado por pensamentos em problemas, e sente uma espécie de alívio ao respirar um pouco de arte, ao se deparar com uma obra que inspire, que leve à reflexão e a enxergar a vida, pelo menos um pouco, mais leve e colorida. Ou, ainda, que nos faça pensar se estamos presos em pensamentos e desejos que não são nossos, mas impostos por outros.

 


Mosaicos de Silvia Marcon, contemplados pelo 3º Ocupa Atibaia
(Foto: Ricardo de Paula)

 

"Os grafites são uma resposta ao fato de nos serem vendidos objetos inatingíveis por uma sociedade obcecada pelo status e pela infâmia", afirma Banksy, artista britânico que é referência e um dos mais copiados no meio.

 


"As Peripécias de um Mímico Andarilho", performance contemplada pelo
3º Ocupa Atibaia (Foto: Ricardo de Paula)

 

Essa vertente artística também é provocadora e muitas vezes tem por objetivo a crítica social, o apoio às minorias.  Ela ainda pode servir como forma de inclusão, já que muitos artistas do estilo preferem trabalhar nas periferias, estimulando a criatividade em jovens e crianças de partes mais remotas da cidade. Outros ainda reconstroem, através da arte, espaços abandonados, levando um pouco de beleza a locais esquecidos por aqueles que têm o poder de transformar sua realidade.

 


Mural de Feik contemplado pelo 3º Ocupa Atibaia (Foto: Ricardo de Paula)

 

Sempre visando a democratização da cultura e a valorização do profissional, a Incubadora de Artistas lança, todo ano, um edital que contempla, no mínimo, 10 trabalhos de arte de rua e intervenção urbana, oferecendo apoio financeiro de R$ 1.500,00 a cada um deles, o Ocupa Atibaia. “A intenção é fazer um trabalho em conjunto com a comunidade, criando um caminho facilitador entre o artista e os espectadores", afirma o diretor da associação, Vitor Carvalho.

 


"Caricaturas em Atibaia", rpojeto de Bruno Saggese, no 3º Ocupa Atibaia
(Foto: Ricardo de Paula)

 

Podem se inscrever artistas de todo o Brasil, mas as obras devem ser realizadas obrigatoriamente na cidade de Atibaia. Nas três primeiras edições do Ocupa Atibaia, foram contemplados 34 trabalhos de grafite, música, dança, teatro, circo, mímica, mosaico, pintura, fotografia, instalação urbana, performance, audiovisual e outras. “Esse tipo de iniciativa onde o lucro é o que se proporciona para a população, para o artista, para o ambiente, é fundamental. Ajuda o artista como profissional, ajuda a população como consumidora de arte e cultura”, afirmou Bruno Saggese, autor da intervenção “Caricaturas em Atibaia”, uma das selecionadas no ano passado.

 


"Caetetuba Tem Voz", projeto de Paulo do Rap, no 3º Ocupa Atibaia
(Foto: Ricardo de Paula)

 

Trata-se também de uma oportunidade de artistas da região mostrarem seus projetos. Nos anos anteriores, foram selecionados 12 trabalhos de profissionais de Atibaia e cidades vizinhas. "O artista local, muitas vezes não tem dinheiro para fazer nada. Aí o cara abre um edital, com um valor financeiro e apoio para fazer um evento, além do apoio moral, é da hora", disse Paulo do Rap, artista de Atibaia contemplado no 3º Ocupa Atibaia pelo projeto "Caetetuba tem Voz”.

 

As inscrições para o 4º Ocupa Atibaia são totalmente gratuitas e devem ser feitas através do site incubadoradeartistas.com.br/editais/formulario.asp, até 31 de março.

 

Ofereça um Muro

 

Quem não é artista, mas apoia a arte de rua, pode contribuir oferecendo seu muro para receber uma das obras selecionadas pelo 4º Ocupa Atibaia. Aqueles que tiverem interesse em disponibilizar espaço para receber a arte, devem enviar um e-mail para contato@incubadoradeartistas.com.br com foto, endereço e dimensões aproximadas do muro. A associação dará prioridade para lugares com grande circulação de pessoas e boa visibilidade.

 

Outras Informações


Incubadora de Artistas
Fone: (11) 2427-5345
E-mail:
contato@incubadoradeartistas.com.br
Site:
www.incubadoradeartistas.com.br
Facebook: 
www.facebook.com/INCUBADORAdeARTISTASbrasil