3º Ocupa Atibaia deixa a cidade mais colorida e leva arte às pessoas em seu dia a dia

Modificar a forma como as pessoas enxergam os espaços públicos. Levar até elas um momento de inspiração e reflexão, quando estão a caminho do trabalho, do supermercado, rodoviária ou escola. Valorizar o trabalho do artista fora dos ambientes convencionais. A terceira edição do Ocupa Atibaia, edital da Incubadora de Artistas de fomento à arte de rua, cumpriu essas propostas ao longo deste ano, com 12 projetos finalizados e um ótimo retorno do público.

 

 

As ações ofereceram aos moradores da cidade e visitantes a oportunidade de apreciar grafites, murais, mosaicos, caricaturas, circo, teatro, dança, música e poesia. E o melhor, sem precisar pagar nada, já que todas elas puderam ser acompanhadas gratuitamente!

 

Veja quais foram os trabalhos promovidos pelo 3º Ocupa Atibaia em 2016 e conheça as obras e os artistas que deixam as paredes da cidade mais coloridas:

 

“O passeio de Bicicleta do Sr. Higgs” – Mural – Galo

 

Nos dias 19, 20 e 21 de novembro, a última ação do 3º Ocupa Atibaia foi realizada, encerrando o ano em grande estilo. Galvani Galo, um dos mais reconhecidos nomes da street art no Brasil, pintou um belo mural no Boulevard Takao Ono, próximo ao Lago do Major. O tamanho da obra, feita em um muro com cerca de 10 metros de altura, é proporcional ao talento de Galo, famoso pela facilidade em criar universos lúdicos e seres surreais.

 


(Foto: Igor Spacek)

 

Ao contrário de muitos artistas que usam spray na criação de murais, as matérias primas utilizados por Galo são as trinchas - espécie de pincel largo -, tinta esmalte de uma determinada cor, à base de água, e o branco para criar o efeito degradê (a maior parte de suas composições é monocromática, com predomínio da cor vermelha).  Suas pinturas interagem com a sujeira da parede ou qualquer outro elemento já existente no local.  Na obra de Atibaia, intitulada “O passeio de Bicicleta do Sr. Higgs”, ele usou uma chaminé que já estava lá para compor o desenho, dando à obra um efeito 3D.

 

“Caricaturas em Atibaia” – Bruno Saggese e Toni D´Agostinho

 

A penúltima ação do 3º Ocupa Atibaia realizada neste ano ocorreu no dia 5 de novembro.  Os artistas Bruno Saggese e Toni D´Agostinho ficaram em espaços montados no Centro de Atibaia, nas Praças da Matriz e do Mercado, fazendo caricaturas das pessoas que passavam pelos locais, e oferecendo a elas os desenhos gratuitamente.

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

A intervenção foi um sucesso, com uma ótima participação do público, que teve a oportunidade de conversar com os artistas, além de levar para casa uma pequena obra de caricatura.

 

“Projeto Truff” – Mural – Alexandre Truff

 

Alexandre Truff atua com grafite desde 1997 e possui trabalhos reconhecidos no cenário paulistano, principalmente em São Bernardo do Campo. O artista pintou o mural "Projeto Truff", também no Boulevard Takao Ono, nos dias 22 e 23 de outubro.

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

Suas obras exploram aspectos poéticos e a busca por diversos tipos de suportes e imagens. Em seu processo de criação, Truff afirma que procura sentir mais e visualizar menos o desenho, tentando não se prender a questões acadêmicas e fugindo ao máximo das coisas que são impostas. Os personagens humanos e as carpas sobre fundo vermelho que compõem o mural que pode ser visto em Atibaia, são um exemplo desse estilo de trabalho, transmitindo ao espectador a sensação de liberdade.

 

“Foi Ele!” – Mural – Paulo Ito

 

O grafite de Paulo Ito não é uma arte do tipo inofensiva. O artista de rua ficou internacionalmente famoso após ter feito um trabalho com duras críticas à FIFA durante a Copa do Mundo no Brasil. Seus desenhos instigam o público a pensar sobre questões como ruralismo, exploração capitalista, corrupção e turismo sexual. Eles não estão lá somente para colorir os muros, mas para representar uma luta.

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

No Boulevard Takao Ono, Paulo Ito pintou, nos dias 15 e 16 de outubro, o mural "Foi Ele!", que nos faz refletir sobre a ética na política. Na sua visão, no entanto, ele apenas reproduz de forma caricata aquilo que vê, tentando tornar explícitos os absurdos na gestão pública do Brasil. Segundo o artista, a obra foi primeiramente pensada para fazer parte da Bienal de Moscou mas, como fugia do tema, o projeto foi guardado. Ao ter a oportunidade de fazer um mural em Atibaia, Ito achou que seria interessante retomar o antigo projeto, já que a cidade teve seu nome envolvido em várias denúncias de corrupção ao longo deste ano.

 

"Meu Mundo Todo é um País das Maravilhas" – Mural - Senk

 

Nos dias 17 e 18 de setembro, o artista Senk esteve em Atibaia para pintar um mural na rua Treze de Maio, na altura do número 224. O muralista, que nasceu e cresceu em São Mateus, no bairro Jardim Santo André, extremo da cidade de São Paulo, teve na vida da periferia a inspiração para fazer grafite. Seus personagens são caricatos e possuem anatomias exageradas e suas obras possuem toques de surrealismo e psicodelismo, com seres extraordinários.

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

Na obra realizada em Atibaia, "Meu Mundo Todo é um País das Maravilhas", Senk quis passar a ideia de mudança, com os personagens fantásticos dentro de um barco, um deles com a cabeça fazendo alusão a um farol, representando a procura, o caminho que muitos buscam a vida inteira e que cada um tem dentro de si.

 

"Caetetuba tem Voz" – Música, Dança e Poesia – Paulo do Rap

 

No dia 10 de setembro, música, dança e poesia agitaram a periferia de Atibaia, mais especificamente, o bairro Caetetuba. O evento “Caetetuba Tem Voz”, Idealizado por Paulo César Dias, ou o Paulo do Rap, um dos precursores do movimento Hip-Hop na cidade, reuniu diversos talentos de Atibaia e região.

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

A programação teve início em frente ao Bar do Negão, com o grupo de pagode e samba, "Jeito de Ser". Mais tarde, houve apresentação do grupo de dança "Arte e Movimento", seguido por declamações de poesia com Felipe Nikito e Thiago Cervan. Na sequência, o rap tomou conta do espaço com os artistas Daniel Sam, Evolução Mental, Família Mesquita, Mano Tanque, Medusa, Nois Por Nois, Nstac Gang, Oni, R.N.R, Tríade e Uq Qui Pega. A festa foi encerrada em grande estilo, com o lançamento do CD de Contenção e Miriã, "Somos o Perigo Pro Sistema Brasileiro". O responsável pelo encontro de todos esses artistas, Paulo do Rap, também se apresentou, arrancando aplausos da plateia.

 

“Meu Mundo” – Mural – Feik

 

Nos dias 30 e 31 de julho, o Boulevard Takao Ono recebeu mais dois artistas para ações promovidas pelo 3º Ocupa Atibaia. Um deles foi José Augusto Correa Frasão, conhecido como Feik. Formado em Educação Artística com habilitação em Artes Plásticas pela Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), já participou de diversas exposições de arte no Brasil e, no ano passado, teve uma de suas obras expostas no "Wynwood - Art Basel", em Miami (EUA).

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

Feik usa técnicas do grafite para contar histórias que variam entre os gêneros aventura, romance, fábula, fantasia e diversão. Seus cenários são coloridos, com formas e texturas inspiradas em tecidos africanos. A obra pintada em Atibaia chama-se “Meu Mundo”, e é formada por cinco cenas diferentes, que foram sendo criadas assim que ele começou a se ambientar com muro e com as tintas que tinha. Segundo o artista, seu objetivo com a arte de rua é aproximar cada vez mais as pessoas do grafite.

 

"Luz nas Sombras" – Mural – Driin

 

Outra obra que foi registrada no Boulevard Takao Ono nos dias 30 e 31 de julho foi o belo mural “Luz Nas Sombras”, do talento de Atibaia, Driin. O artista pinta muros, pessoas, telas e painéis para despertar pensamentos, sentimentos e ideias. Já expôs seus trabalhos em mostras coletivas e individuais, tanto no Brasil como no exterior.

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

Para ele, a pintura na rua representa a liberdade pura e a arte é uma das coisas mais importantes da nossa sociedade, apesar de muitos não darem a ela seu devido valor. Driin também acha que é importante colocar seus trabalhos na rua para incentivar o contato das pessoas com a arte.

 

“Mosaico” – Mosaicos – Silvia Marcon

 

A possibilidade do mosaico como manifestação artística permanente e de grande beleza plástica. Essa é a proposta da gaúcha Silvia Marcon, que esteve em Atibaia nos dias 22, 23 e 24 de julho, deixando em três muros da cidade suas Monalisas estilizadas. Elas podem ser vistas nos seguintes locais: - Praça da Matriz, Centro de Atibaia, muro da loja "Artesanatos Santa Rita"; - Rua Manoel José Neto, travessa da José Alvim, também no Centro de Atibaia; - Muro no Boulevard Takao Ono, perto do Lago do Major.

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

Silvia Marcon especializou-se na técnica de "smalti" em Milão e mosaico em mármore em Verona, o que proporcionou ao seu trabalho a mistura desses materiais com o mosaico cerâmico. A artista participa de murais coletivos no Brasil e exterior e de projetos que visam capacitar os jovens em comunidades de baixa renda de Porto Alegre, onde se tornou conhecida pelas intervenções em espaços públicos.

 

“Variações de Mim Mesmo” – Mural – Marcelo Camacho

 

Nos dias 16 e 17 de julho, o artista Marcelo Camacho deixou mais um muro da cidade colorido. A obra "Variações de mim mesmo" pode ser vista na Av. Atibaia, 65B, em frente ao coreto da antiga estação de trem do bairro Caetetuba.

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

Camacho, que mora em Florianópolis, veio para Atibaia só para realizar essa ação, que faz parte de uma série idealizada pelo artista, com obras que começam sempre a partir de formas aleatórias que acabam se transformando em autorretratos. Segundo ele, "Variações de mim mesmo" faz uma alusão aos autorretratos que fazemos e acabamos “corrigindo” as partes que não gostamos, com filtros ou retoques no Photoshop . A ideia é que as pessoas reflitam sobre as mudanças que nossos corpos sofrem ao longo da vida, seja por estética, vergonha, condicionamentos ou idade. O autor conta que esse trabalho aborda a necessidade que temos de nos adaptar a uma forma para que possamos conviver em harmonia com ela.


"Realidade pela Representação" – Mural – Iskor

 

Nos dias 28 e 29 de maio, um dos muros localizados no Boulevard Takao Ono foi pintado com o trabalho intitulado "Realidade pela Representação", do jovem talento da street art, Felipe Arantes Silva, mais conhecido como Iskor.  Muralista e artista visual, Iskor teve seu primeiro contato com a pintura em meados do ano 2000. A partir de 2007, começou sua pesquisa em intervenções, técnicas de gravura, pintura em tela e outros. Em seu trabalho, geralmente aparecem criaturas não humanas que remetem a seres mitológicos e fantásticos.

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

Em Atibaia, Iskor apresentou a obra intitulada "Realidade pela Representação". O mural nos faz refletir sobre questões como a identidade, o que somos na realidade, a imagem que tentamos projetar para os outros e como queremos que o mundo nos veja.

 

“As Peripécias do Mímico Andarilho” e “Ação Brincante” - Circo/Teatro - Carlos Alberto Javkin

 

No dia 14 de maio, o mímico-palhaço Carlos Alberto Javkin passeou com sua bicicleta “Berlineta” pela movimentada região central de Atibaia, interagindo com as pessoas na rua, utilizando-se da expressão corporal, em um jogo de ação e reação cheio de improviso. A “Ação Brincante” durou mais de 2 horas e levou um pouco de leveza e bom humor à rodoviária, divertindo quem estava no Mercado Municipal, Praça da Matriz, Praça do Mercado e vias do entorno. Já no dia 15 de maio, crianças e adultos apreciaram o espetáculo “As Peripécias do Mímico Andarilho”, onde o Javkin apresentou alguns números e encenações, contando com a participação da plateia.

 


(Foto: Ricardo de Paula)

 

Carlos Alberto Javkin cursou mímica como linguagem de ação em Buenos Aires, Argentina, no começo da década de 80. Nos anos 90, estudou a técnica do movimento consciente de Klauss Vianna, em São Paulo, tendo como professora a mestre Neide Neves.

 

4º Ocupa Atibaia

 

Neste ano, as ações do Ocupa Atibaia já se encerraram mas, em 2017, o projeto da Incubadora de Artistas promoverá novas ações pela cidade. As inscrições para participar do edital, que oferece R$ 1.500,00 de apoio cultural a cada trabalho selecionado, serão abertas em dezembro.

 

Se você é artista e possui uma ideia diferente de expor sua arte em espaços públicos, fique atento ao site www.incubadoradeartistas.com.br e à página do Facebook www.facebook.com/INCUBADORAdeARTISTASbrasil .
Podem participar pessoas de qualquer lugar do país, mas ações devem ser realizadas, obrigatoriamente, em Atibaia.

 

Outras Informações


Incubadora de Artistas
Fone: (11) 2427-5345
E-mail:
contato@incubadoradeartistas.com.br
Facebook: 
www.facebook.com/INCUBADORAdeARTISTASbrasil