Artistas

Paloma

OLIVEIRA

Paloma Oliveira

Paloma Oliveira é mestra em Artes Visuais pela Universidade de São Paulo, desenvolvedora de ações de emponderamento social, de multimídia, pesquisadora, educadora e produtora cultural. Em suas obras busca convergências e aplicações das tecnologias digitais no corpo, nas artes e no espaço urbano. Atualmente investiga possibilidades estéticas e experimentos com o corpo através de sensores biofísicos (eletrônicos) e biosensores (microorganismos).

 

Em 2015, participou do 1º Festival de Arte e Tecnologia da Incubadora de Artistas com a obra “Memorabilia Ludens”, um documentário onde a autora revelou fragmentos de sua vida através de histórias contadas por sua mãe e marido. As narrações eram um mote para rever o lugar do documentário fora da tela plana, ganhando dimensões mais íntimas ao ser projetado sobre rostos. A obra também revelou que histórias e memórias são parciais, ao tratar o mesmo fato a partir de pontos de vista da autora e de outros. Um experimento interativo, onde a presença era a acionadora de histórias, onde a memória se revelava frágil e sua mescla remontava outras histórias.

 

Em 2016, foi uma das curadoras do 2º Festival de Arte e Tecnologia da Incubadora de Artistas, que teve a proposta instigar a reflexão sobre as relações humanas intermediadas pelos aparatos tecnológicos.

 

No mesmo ano, ainda pelo 2º Festival de Arte e Tecnologia, idealizou e participou da performance “O Amor nos Tempos do Código”, um casamento virtual entre pessoas separadas por 12.307,56km de distância: Rio de Janeiro e Cidade do México.  A apresentação acompanhou, transmitiu e conectou, em tempo real, os noivos e seus convidados na hora do “sim”, sugerindo uma leitura da afetividade mediada pela tecnologia e uma reflexão sobre as burocracias em torno da realização de um casamento.

 

Site da artista: www.discombobulate.me/

 

Site do o 2º Festival de Arte e Tecnologia: atibaia.flab.space/

 

Vídeo 2º Festival de Arte e Tecnologia: