Artistas

Coletivo

MOMENTÂNEO

Coletivo Momentâneo

O Coletivo Momentâneo é a união de artistas cênicos das cidades de Atibaia e Bragança Paulista. Nasceu com o propósito específico de realizar este trabalho para o 2º Ocupa Atibaia, porém seus integrantes já possuem grupos, trajetórias e experiências diversas com as artes cênicas, pela via do teatro, dança, circo, música e performance.

 

Elenco:

 

Christian Campos – ator e diretor teatral - currículo anexo
Thaíssa Gömöry – atriz formada pela Universidade Federal de São João del Rei - UFSJ
Jaqueline Gomes – bailarina e artista circense
Raíssa Costa – bailarina e artista circense
Gabriela Grolla – bailarina e artista circense
Júlia Tolentino – bailarina e artista circense
Isadora Chagas – bailarina e artista circense
Victória Gaya Pomar – cantora, atriz e artista circense
Maira Martins Trentin - atriz

 

O Coletivo Momentâneo foi selecionado no 2º Ocupa Atibaia, edital da Incubadora de Artistas de fomento à arte de rua, com a Ocupação Cênica "Ser Invisível".

 

Ser Invisível

 

As cidades concentram a vida social, cultural e política de um povo, em uma diversidade de cores e vozes, anseios e caminhos. Porém, o crescimento desenfreado, aliado a uma política de exclusão, produz pessoas e lugares invisíveis. Atibaia não é uma grande metrópole, mas sente, a seu modo e em sua proporção, as mesmas mazelas. Em julho de 2015, os artistas do Coletivo Momentâneo apresentaram uma série de ações cênico-performativas em espaços públicos de Atibaia, nos bairros Jardim Imperial e Centro, abordando esse tema.

 

A ocupação "Ser Invisível" contou com uma reencenação da performance "Wallking the green line",  do artista belga Francis Alys, além de duas manifestações e duas performances com interações entre pessoas e lugares abandonados.  Depois da performance, ocorreu uma exposição de fotos e vídeos produzidos a partir de todas as ações, um piquenique, e um debate sobre o tema central do projeto levantando propostas para erradicar a exclusão.